Obs*

Não pense que escrevo aqui o meu mais íntimo segredo, pois há segredos que eu não conto nem a mim mesma ~Escrevo coisas que sinto.. coisas que tenho .. Misturando tudo com um pouco de imaginação, fantasia, realidade e criatividade... Por Favor ao divulgar textos de minha autoria .. Colocar os Créditos Devido. - As mensagens, texto, frases e imagens.. Contidas nesse Blog algumas são de minha autoria.. Outras são coisas que li que vi e gostei e é claro Copiei .. Dando a elas o devido mérito ... Bom assim que seguir o meu blog deixar um Comentário .. Thank you! .. Bem vidas também são as Críticas e Elogios.. O mais Importante é a sua Opinião ... Contato: katty.greff@hotmail.com ... Qualquer erro é mera distração ... Obrigada e volte Sempre!

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

‎"Um menino entrou numa loja de animais e perguntou o preço dos filhotes. 
Entre 300 e 500 reais, respondeu o dono. 
O menino puxou uns trocados do bolso e disse: 
Mas, eu só tenho 10 reais... 
Será que poderia ver os filhotes? 

O dono da loja chamou Lady, a mãe dos cachorrinhos, que veio correndo, seguida de cinco bolinhas de pêlo.
Um dos cachorrinhos vinha mais atrás, com dificuldade, mancando.
O menino apontou o cachorrinho que mancava e perguntou:
- o que é que há com ele?
O dono da loja explicou que ele tinha um problema no quadril e andaria daquele jeito para sempre.

O menino se animou e disse com enorme alegria no olhar:
Esse é o cachorrinho que eu quero comprar!
O dono da loja estranhou e falou:
Não, você não vai querer comprar esse.
Mas se quiser ficar com ele, eu te dou de presente.

O menino emudeceu...
Olhou para o dono da loja e falou:
Eu não quero que você me dê, pois o aquele cachorrinho vale tanto quanto qualquer um dos outros.
E eu vou pagar tudo.
Na verdade, eu ofereço 10 reais agora e 1 real por mês, até completar o preço.

Surpreso, o dono da loja falou:
Mas este cachorrinho nunca vai poder correr, pular e brincar com você...

Sério, o menino levantou lentamente a perna esquerda da calça, deixando à mostra a prótese que usava para andar...
- Veja, ele disse, eu também não corro muito bem e o cachorrinho vai precisar de alguém que entenda isso..." 


Nenhum comentário: